O yoga do conhecimento e Ramana Maharshi

Share on facebook
COMPARTILHE!

“Cada alma é potencialmente divina. O objetivo é manifestar essa divindade interior pelo controle da natureza: externa e interna. Faça isso através do trabalho, da devoção, do controle psíquico, ou da filosofia – por um, ou mais, ou todos esses – e seja livre. Esse é o todo da religião. Doutrinas, ou dogmas, ou rituais, ou livros, ou templos, ou formas são apenas detalhes secundários.”

Antes que alguma mente comece a se debater, a palavra religião aqui é usada não no sentido de religião institucionalizada (se bem que pode ser, se esse é o caminho que funciona pra você, ué), mas no sentido de caminho pessoal rumo ao conhecimento de sua essência.

A citação acima, de Swami Vivekananda (séc XIX-XX), fala de quatro caminhos ou Yogas: Karma Yoga, Bhakti Yoga, Raja Yoga e Jñana Yoga, respectivamente. Na semana passada sugeri a leitura do livro Raja Yoga (do mesmo autor), que contém os Yoga Sutras de Patañjali, texto que apresenta de forma organizada, universal e atemporal as bases do Raja Yoga.

Hoje, venho sugerir um documentário sobre Jñana Yoga, ou o Yoga do Conhecimento. Mas vocês vão ver no filme que não se trata de qualquer conhecimento. O documentário na verdade conta a trajetória de Ramana Maharshi, que viveu no sul da Índia no início do século passado e que encontrou a si mesmo, e consequentemente viveu em estado de paz inabalável, através desse caminho que é baseado exclusivamente em auto-questionamento. Jñana Yoga é um dos caminhos (talvez o mais) diretos de autorealização.

Bom, chega de spoiler, taí: https://www.youtube.com/watch?v=hVYv9ktilQw

Divirtam-se!

Artigos Relacionados

Sobre mestres e gurus

Sintra, 5 de Junho de 2019. Ultimamente tenho ouvido com mais frequência queridos alunos me chamando de mestra, mestrinha ou até guru.

O que é espiritualidade?

“Espiritualidade é quando eu fecho meus olhos e encontro paz interior; Quando eu abro meus olhos, minha atitude é ´O que eu